domingo, 17 de janeiro de 2010

*Menina*


Não chores minha menina,
Não derrame suas lágrimas
Pela tristeza das escolhas de alguém....

O mundo é egoísta,
Você não é.
Você é um ser iluminado,
Que assume seus riscos e
Procura vencê-los diariamente.

Não se fez de fraca diante dos obstáculos,
Venceu seus medos e receios mais profundos,
E teve a doce ilusão de que todos seriam como você...

Ah minha menina... A ilusão,
quando assume a realidade dói,
faz sofrer, mas também ensina.

Você ainda vai chorar muito,
Vai se decepcionar muito
Mas vai sobreviver
Só os fortes sobrevivem...

E você é forte,
Você é brava,
Você é a minha heroína, minha menina!

Vanessa


Para alguém muito especial, que anda sofrendo e chorando demais...
Não se esqueça que esta mãe desnaturada te ama muito...

3 comentários:

'Ariane .( lla Belle )' disse...

*-*

Obrigada, e te amo

allan disse...

"Um belo poema, que fala do desconforto da vida, acho que a temática do cotidiano é principalmente o sofrer e o reconforto dentre os nossos".

Muito bonito e sentimental, acho que não leio nada tão humanista há tempos. Pareçe uma idéia, não sei se conciente, taoista.

fernando disse...

Uma bonita declaração de amizade, a príncipio descordei do que escreveu o Allan, sobre uma relação com o taoísmo, mas acbei concordando, pois se em seu eu há espaço pra sentir, ou ao menos, tentar captar o que o outro sente, a unidade do mundo se reconecta.